O Padrão da Raça  
 
 

PADRÃO DO BULLDOG FRANCÊS
Classificação F.C.I.:
Grupo 9 – Cães de Companhia
Seção 11 – Cães Molossos de Pequeno Porte
Padrão FCI no 101 – 06 de abril de 1998.
País de origem: França
Nome no país de origem: Bouledogue Français
Utilização: Companhia, guarda e lazer
Sem prova de trabalho.

 

1 – Trufa
2 – Focinho
3 – Stop
4 – Crânio
5 – Occipital
6 – Cernelha
7 – Dorso
a – Profundidade do peito
8 – Lombo
9 – Garupa
10 – Raiz da cauda
11 – Ísquio
12 – Coxa
13 – Perna
14 – Jarrete
b – Altura do cotovelo
15 – Metatarso
16 – Patas
17 – Joelho
18 – Linha inferior
19 – Cotovelo
20 – Linha do solo
21 – Metacarpo
a + b = Altura do cão
22 – Carpo
23 – Antebraço
24 – Nível do esterno na cernelha
25 – Braço
26 – Ponta do esterno
27 – Ponta do ombro

APARÊNCIA GERAL DO BULLDOG FRANCÊS: tipicamente um molossóide de pequeno porte. Poderoso para seu pequeno talhe, brevilíneo, atarracado em todas as suas proporções, de pêlo raso, de focinho curto e trufa achatada, de orelhas empinadas, com uma cauda naturalmente curta. Seu aspecto é de um animal ativo, inteligente, muito musculoso, de estrutura compacta e sólida ossatura.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: o Bulldog Francês é sociável, alegre, brincalhão, esportivo e esperto. Particularmente afetuoso com seus donos e com crianças.

CABEÇA: muito forte, larga e cubóide. A pele forma pregas e rugas quase simétricas. A cabeça do Buldogue Francês é caracterizada por uma retração da maxila com o crânio, ganhando em largura o que perdeu em comprimento.

REGIÃO CRANIANA CRÂNIO: largo, quase plano com a testa muito arqueada. Arcadas superciliares proeminentes, separadas por um sulco sagital particularmente desenvolvido entre os olhos. O sulco não se prolonga para a testa. Crista occipital muito pouco desenvolvida.

STOP: profundamente acentuado.

REGIÃO FACIAL DO BULLDOG FRANCÊS

TRUFA: larga, muito curta, arrebitada, com narinas bem abertas, simétricas e inclinadas obliquamente para trás. A inclinação das narinas bem como a trufa arrebitada devem todavia permitir a respiração nasal normal.

CANA NASAL: larga, muito curta, apresentando pregas centrais simétricas, descendo sobre os lábios superiores (comprimento 1/6 do comprimento total da cabeça).

LÁBIOS: espessos, um pouco soltos e pretos. O lábio superior junta-se uniformemente com o inferior e oculta completamente os dentes que jamais devem estar visíveis. O perfil do lábio superior é descendente e arredondado. A língua jamais deve ficar à mostra.

MAXILARES: largos, quadrados, e poderosos. A mandíbula descreve uma curva ampla, projetando-se à frente dos maxilares. Com a boca fechada, a proeminência da mandíbula (prognatismo) é moderada pela curvatura dos ossos mandibulares. Essa curvatura é necessária para evitar um afastamento muito grande da mandíbula.

DENTES: os incisivos inferiores de modo algum podem estar atrás dos superiores. A arcada dos incisivos inferiores é arredondada. Os maxilares não podem apresentar desvio lateral nem torção. O afastamento das arcadas dos incisivos não é rigorosamente limitado, a condição essencial é que os lábios superiores e inferiores se fechem bem justos de forma a ocultar completamente os dentes.

FACES: os músculos são bem desenvolvidos, mas sem relevo.

OLHOS: expressão alerta, de inserção baixa, bem longe da trufa e, principalmente, das orelhas; de cor escura, bastante grandes, bem redondos, ligeiramente protuberantes, sem deixar aparente qualquer traço do branco (esclerótica) quando o exemplar olha direto para a frente. A borda das pálpebras é preta.

ORELHAS: de tamanho médio, largas na base e arredondadas na ponta. Inseridas no alto da cabeça, sem ficarem muito próximas, e portadas eretas. A abertura da concha acústica é voltada para a frente. A pele é fina e macia ao toque.

PESCOÇO: curto, ligeiramente arqueado, sem barbelas.

TRONCO DO BULLDOG FRANCÊS

LINHA SUPERIOR: progressivamente ascendente no lombo para descender rapidamente na direção da cauda. Esse perfil da linha superior deve ser almejado por causa do lombo curto.

DORSO: largo e musculoso.

LOMBO: curto e largo.

GARUPA: inclinada.

PEITO: cilíndrico e bem profundo, costelas chamadas em barril, muito arqueadas.

ANTEPEITO: amplamente aberto.

VENTRE: retraído sem ser esgalgado.

CAUDA: curta, de inserção baixa na garupa, rente às nádegas, grossa na raiz, em espiral ou quebrada naturalmente e afilada na ponta. Mesmo em movimento, deve ser portada abaixo da horizontal. A cauda relativamente longa (sem ultrapassar a ponta do jarrete), quebrada e afilada, é admitida, mas não almejada.

MEMBROS DO BULLDOG FRANCÊS

ANTERIORES: vistos de perfil e de frente, são aprumados, paralelos e bem separados.

OMBROS: curtos, grossos, revelando uma musculatura firme e aparente.

BRAÇOS: curtos.

COTOVELOS: trabalham estreitamente ajustados ao corpo.

ANTEBRAÇOS: curtos, bem afastados, retos e musculosos.

CARPOS E METACARPOS: sólidos e curtos.

POSTERIORES: fortes e musculosos, um pouco mais longos que os anteriores, elevando, assim, o trem posterior. Vistos por trás e de perfil, as pernas são verticais e paralelas.

COXAS: musculosas, firmes, sem serem muito arredondadas.

JARRETES: bem descidos, nem muito angulados, nem, principalmente, muito retos.

METATARSOS: sólidos e curtos. O Buldogue Francês deverá nascer sem ergôs.

PATAS: as patas anteriores são redondas, pequenas, chamadas pés de gato, bem pousadas no solo, ligeiramente voltadas para fora. Os dedos são bem compactos, de unhas curtas, grossos e bem separados. As almofadas plantares e digitais são duras, espessas e pretas. Nos exemplares tigrados, as unhas devem ser pretas. Nos particoloridos (tigrados fulvos e brancos), e nos fulvos, a preferência será pelas unhas escuras, sem, entretanto, penalizar as unhas claras. As patas posteriores são bem compactas.

MOVIMENTAÇÃO: passadas fluentes, com os membros deslocando-se paralelamente ao plano médio do corpo.

PELAGEM DO BULLDOG FRANCÊS

PÊLO: lindo pêlo raso, cerrado, brilhante e macio.

COR:
· uniformemente colorido fulvo, tigrado ou não, ou com manchas limitadas (Pied)
· fulvo tigrado ou não, com manchas médias ou predominantes.

Fonte: CBKC / FCI




Canil Mônaco Bulldog
Ruth - Kildare


Whatsapp e Ligação: Ruth (11) 98626-7420 - TIM - Kildare (11) 97785-6764

Visitas: favor agendar - horário segunda a sabado das 11:00 as 16:00 horas

E-mail: canilmonaco@canilmonaco.com.br

  CBKC   PREMIER   FCI   Hemovet   Vetimagem   MASTERCARD   VISA   DINERS   Kyrios pet   kyrios lab   canil monaco  labrador   canil monaco jack russel

Copyright © 2010 Canil Monaco Bulldog. Todos os Direitos Reservados.
O Conteúdo deste Site não é publico.
Por favor não faça download ou copia de nossas imagens.

Atualizado em 26/11/2019